Eventos

Agenda, informações e crônicas sobre eventos. Confira!

FUTUROS

 

 

OCORRIDOS

Luciana Souza

  • PATRIMÔNIO E COLONIALIDADE:
    A preservação do patrimônio mineiro numa crítica decolonial
  • Por
    Luciana Christina Cruz e Souza

2ª feira, 26 de março de 2018                          MAST – Museu de Astronomia e Ciências Afins

Defesa de Tese de Doutorado em Museologia e Patrimônio                                                          PPG em Museologia e Patrimônio
(UNIRIO/MAST)

Aprovada pela banca examinadora:

Banca Examinadora

 

 

 

 

 

 

 

Márcia Regina Romeiro Chuva  (2)
Marcio D’Olne Campos              (5)
Priscila Faulhaber Barbosa        (4)
Bruno César Brulon Soares       (1)
Marcus Granato (orientador)      (3)  Da esquerda para a direita.

RESUMO
A pesquisa para tese identificou relações institucionais que se constituíram em torno do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA), forjando discursos sobre a legitimidade da mão de obra especializada no trato do patrimônio. Essa legitimação, fundamentada num primeiro momento pelo exercício político da intelectualidade brasileira, foi se constituindo em torno de saberes acadêmicos, reforçando parcerias e dinâmicas de herança moderno-colonial. A pesquisa, de natureza exploratória, teórica, bibliográfica e documental, procurou mapear a rede de referências políticas geradoras do sentimento de pertencimento à comunidade mineira, e brasileira, a partir da autoridade discursiva delegada à figura do especialista, forjando uma análise hipotético-dedutiva. É nessa perspectiva que procurou-se refletir sobre os discursos institucionais que reforçaram a necessidade da mão de obra especializada para o trato do patrimônio, aparentemente orientados a um fim: o de manutenção de um campo formado por agentes e agências dedicados a autoreprodução, numa geopolítica do saber operada no capitalismo globalizado. Sendo assim, observa-se um padrão de forças que parecem afirmar a existência de uma dimensão de colonialidade nas relações de preservação no Brasil, especificamente em Minas Gerais.
Palavras-chave: Patrimônio; Preservação; Colonialidade; Minas Gerais.

 

 

 

Voltar para o topo

2 ideias sobre “Eventos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *